Primeiras impressões MagicSee M1 - Headset VR All in One

MagicSee M1 Headset de Realidade Virtual All in One

Olá pessoal! Nesse post vou falar rapidamente sobre o que achei do headset nesse primeiro contato que tive com ele. Devo ter testado por apenas umas duas horas no máximo e 1 dessas horas deve ter sido só para entender como as coisas funcionam, o que detalharei mais a seguir.

Embalagem

O produto veio em uma caixa super bacana, com peso mesmo. A parte interior tem uma espuma para proteger o HMD e seus componentes. Cheirinho de plástico novo e tudo.

embalagem magicsee m1

Qualidade

O headset em si é bem robusto. Ao pegar nele não sinto como se fosse um produto de segunda linha (não que seja). O case de plástico é bem espesso, mas o headset  em si não é pesado.

Sistema Operacional (Android 5.1 modificado)

Aqui eu quebrei a cabeça um pouco para entender como que as  coisas funcionavam já que ele é todo enclausurado dentro do headset. Fazer o login da minha conta Google demorou quase 20 minutos, pois eu selecionava um caracter com o controle na parte superior do headset,  e quando ia clicar em uma letra ele pulava para a letra a baixo. Meu primeiro pensamento foi que o controle de seleção no próprio HDM estava com problema, mas na verdade era poque eu estava mexendo a cabeça e tem como selecionar caractéres olhando para eles. Nessa tela de login, o formulário é o mesmo que usamos no Android padrão, então não é otimizado para VR. Tive que olhar nos cantos da tela para enxergar onde e o que eu estava escrevendo.

O sistema operacional simula tudo em SBS (side by side), então quando você entra em um aplicativo que já é nativamente em SBS, você vê as duas imagens, mas rapidinho aprendi que clicando no menu e desabilitando a opção que força VR ele funcionava perfeitamente. Não fucei muito as configurações, mas não lembro de ter visto as configurações padrões do Android, mas talvez está escondida em algum local que não cheguei a ver.

A opção de utilizar o HDMI é como se fosse um APP dentro do sistema, ou seja o Android continua rodando e isso é ótimo para nós que queremos simular um Oculus Rift ou Vive, já que os APPs continuam rodando enquanto utilizando o HDMI.

Imersão

Já vou falar aqui, a imersão do M1 é parea com a do Gear VR. Talvez até por isso que eles me escolheram para review, pois o comentário da MagicSee foi no meu review do Gear VR. Eles devem ter o Gear como o patamar a alcançar, e creio que no quesito imersão conseguiram. Porém, eu consigo ver o chão pela fresta no meu nariz, coisa que no Gear não acontece.

magic see imersao

Conforto

Super confortável. Utilizei ele essas duas horas e a nenhum momento senti a vontade de descansar por causa de desconforto. A espuma que toca seu rosto é bem macia e antras dela não é rígido, tem uma especie de borracha flexível. A alça tem um suporte macio atrás que também ajuda no conforto.

magic see conforto

Desempenho

Aqui não posso falar muito, pois testei poucos aplicativos mesmo. Quando testei Whales Dream of Flying, uma espécie de Montanha Russa psicodélica (lembrei do meu amigo Matheus), percebi que tinha muito serrilhado, mais do que lembro ter no meu Nexus 5 + Gear VR, mas pode ser que é algo do app em si. Testei também A Chair in a Room, VRidge (Riftcat), FreePIE IMU e todos rodaram perfeitamente.

Creio que é isso ai por enquanto, se ainda não assistiu o unboxing, confira o vídeo abaixo. Qualquer dúvida deixe um comentário. Valeu!

 

Deixe seu comentário: